Comer intuitivo - Parte 3  Condicionamento x Intuição

EmagreSer Integral

Comer intuitivo - Parte 3 Condicionamento x Intuição

Seja você, também, uma mulher de essência

Faça parte da lista da Laura e receba conteúdos exclusivos com prioridade

A superfície da vida é movida por condicionamentos. Condicionamentos são aprendidos e absorvidos, principalmente, na primeira infância.

– E o que isso tem a ver com comer intuitivo, Laura?

Se vivemos numa sociedade que condiciona suas crianças à padrões pré estabelecidos, é natural concluir que a criança só vai se enquadrar se perder acesso à sua intuição.

Sendo assim, moldada, ela cresce comendo o que “DEVE” e não desenvolve intuitivamente o que “QUER” comer.

O “deve” vem do condicionamento porque é o mundo que diz o que ela deve comer. O “quer” vem da intuição, porque é o ser que escolhe segundo suas próprias experiências individuais e coletivas.

Percebe como o “QUERER” tem sido usurpado da experiência humana? Por isso o “comer intuitivo” é tão desafiador… As pessoas, em geral, não sabem o que querem e procuram desesperadamente alguém que diga o que ela deve querer.

Lamento dizer, mas ninguém pode dizer isso pra você. Ninguém pode saber o que você quer.

– E como faço pra saber o que eu quero, Laura?

Pra isso, você corajosamente, vai mergulhar nas suas profundezas (seu mundo interno) para acolher sua história, ressignificá-la para desvendar o seu querer.

Nesse mergulho, uma pessoa pode descobrir, por exemplo, que come muito doce pra compensar uma relação opressora. Isso é muito diferente de pensar, por condicionamento, que come muito doce porque não tem vergonha na cara.

Conhecer a si mesma, é a única forma de tomar pra si, a sua vida e escolher o que fazer com ela, inclusive, intuir o quer comer e quando comer.

Você pode receber ajuda nesse processo de auto descoberta, mas a regência é sua, somente sua… e isso muda tudo.

Agora, me diz… o que você intui a respeito de tudo isso?

Leia o “Comer intuitivo – Parte 1”

Leia o “Comer intuitivo – Parte 2”

Laura Cavalcanti – Psicóloga

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Sua opinião é muito importante pra mim...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba conteúdos exclusivos

Seja uma mulher de essência!